Escrito em por . Atualizado em 15/04/2015 11:45h.

DSCN3743

Composição da mesa de abertura: Dep. Eros Biondini – Representante do movimento carismático; Dep. Licenciado Roberto de Lucena – Secretário da FPMRAH, Dep. Rômulo Gouveia – Vice-Presidente da FPMRAH, Dep. Leonardo Quintão – Presidente da FPMRAH e do IPP/Brasil; Dr. Uziel Santana- Presidente do Conselho Diretivo Nacional da ANAJURE; e Dep. Áureo Lírio.

No final da tarde desta terça-feira, (17), foram lançados no Congresso Nacional o Painel Internacional de Parlamentares para a Liberdade Religiosa (IPP/Brasil) e a Frente Parlamentar Mista para Refugiados e Ajuda Humanitária (FPMRAH). Na presidência do IPP/Brasil e da FPMRAH está o Deputado Federal Leonardo Quintão. A Frente é constituída por 213 parlamentares da Câmara Federal e do Senado, além de representantes da sociedade civil, como a ANAJURE, e entidades dos países onde o Brasil mantém relações diplomáticas.

Slide

DSCN3764O Presidente da ANAJURE, Dr. Uziel Santana, apresentou detalhes de como surgiu o IPP/Brasil e falou sobre a importância da criação da FPMRAH. "A ANAJURE fica feliz por ter sido canal para a entrada do Brasil no IPP, e por ser membro fundador desta frente, como colaboradora da sociedade civil. Tudo isto com apoio do Itamaraty, do Conselho Nacional de Justiça e do CONARE (Comitê Nacional para os Refugiados), o que vem fortalecer nosso trabalho em defesa das liberdades civis fundamentais no Brasil e no mundo. Foi um evento histórico, porque pela primeiva vez no Brasil parte do congressistas brasileiros organizam um movimento para proteção, defesa e acolhimento de refugiados. A Frente vem nessa direção, pra trabalhar um tema que é também objeto de preocupação de várias nações."

Com o objetivo principal de prestar ajuda humanitária às pessoas e comunidades em situação de vulnerabilidade, a Frente pretende estimular e auxiliar a formulação de políticas públicas de proteção e apoio a refugiados.
 

DSCN3790


A solenidade deste dia 17 foi prestigiada por diversas autoridades políticas e religiosas, entre eles: Parlamentares da diretoria da FPMRAH; e representantes de entidades religiosas, tais como: Marco Cruz – Missão Portas Abertas, Cassiano Batista da Luz – AMTB – Associação de Missões Transculturais Brasileiras, Welinton Pereira da Silva – Visão Mundial, Gilberto Stanchi – OAB/RJ e Igreja Batista Central da Barra da Tijuca; Fábio Nascimento – A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Jean Regina – Igreja evangélica Luterana do Brasil, Rafael Rossi e Augusto Felipe Azevedo Rocha – Igreja Adventista do 7º dia, representantes da Missão Mais, da Igreja Batista da Lagoinha, entre outros.

O Deputado Leonardo Quintão junto ao Deputado licenciado Roberto de Lucena também discursaram sobre a importância da atuação parlamentar brasileira em defesa da liberdade religiosa no Brasil e no mundo, destacando que o Brasil é um país com grande potencial para acolher refugados por perseguição religiosa e agradecendo pelo trabalho da ANAJURE na identificação dos casos mais urgentes junto aos parceiros religiosos da entidade, como a Christian Solidarity Worldwide (EUA e Inglaterra) e a Stefanus Aliiance (Noruega), que enviou representantes para apresentar relatórios no Brasil. 

Um dos momentos mais marcantes da noite foi a participação de uma família paquistanesa, cujo chefe de família havia sido condenado à morte sob acusação de ter desrespeitado o alcorão e ser encaixado na lei de blasfêmia do país, pela qual nem mesmo o governo local poderia ajudar a livrá-lo da pena de morte. Segundo o refugiado: "qualquer pessoa que se enquadra na lei de blasfêmia não tem permissão para provar sua inocência ou ter alguma proteção policial. Esta pessoa fica totalmente desprotegida diante da lei e dos ataques feitos por extremistas islâmicos."
 

DSCN3785

Família refugiada no Brasil, Felipe Augusto (Tradutor/ANAJURE-PB) e Dr. Jonas Moreno (Diretor de Assuntos para Refugiados e Ajuda Humanitária/ANAJURE )


A família chegou ao Brasil este ano após cerca de 5 meses de negociação. A vinda deles teve apoio do governo brasileiro que ajudou nas ações diplomáticas. A ANAJURE, junto a entidades parceiras nacionais e internacionais, trabalha para que estes refugiados possam recomeçar a vida com liberdade religiosa e de expressão em terras brasileiras.

IMG-20150318-WA0007

Foto de Leobark

No final da programação,  o Dr. Knox Thames (Diretor de política e pesquisa da Comissão Internacional de Liberdade Religiosa do Governo dos EUA), Anna Lee (Pesquisadora da Christian Solidarity Worldwide) e Ed Brown (Pesquisador da Stefanus Alliance) apresentaram um painel sobre liberdade religiosa no contexto nacional e internacional e direito dos refugiados, e informaram que 75% das pessoas no mundo vivem em algum país com restrições à liberdade religiosa.
 

Mesa

Fotos de Leobark

IMG-20150318-WA0004

Fotos de Leobark


Após isto, eles entregaram ao Dep. Leonardo Quintão, presidente da FPMRAH, relatórios atualizados sobre perseguição religiosa em vários países, que já estão traduzidos para o português e serão divulgados em breve no site da ANAJURE.

________________________________________
Matéria: Wanda Galvão e Fernanda Bezerra l ANAJURE
Fotos: Leobark e ANAJURE