Escrito em por . Atualizado em 12/06/2017 18:11h.

Felipe. Londres_

ANAJURE.BELGICA

[Dr. Felipe Augusto e o Professor Christof Sauer, um dos organizadores do evento sobre mulheres perseguidas por causa da fé]

De 1 a 3 de junho, o Dr. Felipe Augusto, assessor jurídico internacional da ANAJURE, esteve representando a Associação Nacional de Juristas Evangélicos e o FCL – International Institute for Legal Studies and Research on Fundamental Civil Liberties na II Consulta Anual sobre Mulheres Cristãs sob Pressão Por Sua Fé, no Evangelische Theologische Faculteit, no Leuven, Bélgica. Já entre os dias 05 e 07, ele esteve na Universidade de Londres, participando da II Conferência Anual da Refugee Law Initiative (RLI), que teve como foco a discussão do desenvolvimento legislativo e jurisprudencial sobre a proteção dos refugiados e migrantes, além do debate envolvendo as últimas pesquisas acadêmicas sobre esse tema, de modo a propiciar a elaboração e aplicação de respostas humanitárias ao fenômeno da migração em massa.

O evento sobre mulheres cristãs que sofrem perseguição religiosa foi organizado em colaboração e parceria entre o Instituto Internacional para a Liberdade Religiosa (IIRF), Release International, Open Doors International e Aliança Evangélica da Dinamarca. A Consulta acolheu cerca de 55 participantes de 12 organizações vindas de 23 países diferentes. Na programação, os presentes puderam examinar práticas que apoiam as mulheres perseguidas e olhar com maior profundidade as questões que as mulheres enfrentam em ambientes hostis e abusivos por se identificarem como seguidoras de Cristo.

Mulheres da igreja perseguida estiveram presentes durante o evento e foram porta-vozes do que têm acontecido a outras mulheres como elas pelo mundo. Entre elas, uma refugiada da Coreia do Norte, Haeyoung Park*, cujos pais, cristãos, foram mortos pelo governo. Dados apresentado dos durante a consulta mostram que 80% daqueles que tentam fugir da Coréia do Norte são mulheres. Algumas são cristãs que escapam da perseguição, enquanto algumas se tornam cristãs na jornada. Muitas são presas por traficantes e tornam-se vítimas da escravidão sexual na China, antes de conseguir escapar e chegar na Coréia do Sul. Também no Egito e no Paquistão, jovens estão sendo sequestradas e forçadas a se converter ao Islã.

Segundo Kate Ward, organizadora da Conferência, os cristãos em todo o mundo devem aprender a escutar de um modo radical as mulheres cristãs que têm sido levadas ao silêncio por causa da perseguição e da vergonha. “As mulheres representam mais da metade da igreja. Elas são duplamente mais vulneráveis à discriminação e violência. E mesmo assim, as suas vozes não são ouvidas. Elas estão em silêncio.”

Já a Conferência Anual da Refugee Law Initiative, fórum anual onde se debate as mais recentes pesquisas acadêmicas e inovações normativas e jurisprudenciais de proteção aos refugiados, teve como  tema especial deste ano ‘Fluxos de massa? Direito, Política e Deslocamento de Refugiados e Migrantes em Grande Escala, onde se refletiu a necessidade de reexaminar questões complexas que envolvem o fluxo massivo de imigrantes em um curto espaço de tempo, como detenção de imigrantes em situação irregular e tráfico de pessoas.

RLI_HRC_logo-wide-300x79O Refugee Law initiative (RLI) é o único centro acadêmico no Reino Unido a se concentrar especificamente no direito internacional dos refugiados. Com o intuito de liderar e promover a pesquisa neste campo, O RLI trabalha para integrar os interesses compartilhados entre estudiosos e profissionais de direito de refugiados, estimular a colaboração entre acadêmicos e não acadêmicos e alcançar impacto a nível nacional e internacional.

O evento contou com a participação de diversos palestrantes estudiosos e profissionais da área de Direito dos Refugiados, entre eles o professor Alexander Betts, Diretor do Refugee Studies Centre da Universidade de Oxford, que ministrou uma palestra, cujo tema foi “Como o mundo mudou e o que isso significa para os refugiados”. Também estava presente no evento o relator especial da ONU para direitos dos migrantes, François Crépeau.

7c7d61d4-b223-44e8-8619-89ba1b74e8bc

[ANAJURE na primeira edição do RLI (veja aqui), em julho de 2016, na Universidade de Londres]

O Dr. Uziel Santana, Presidente da ANAJURE, lamentou não poder estar presente em ambos os eventos, devido à extrema necessidade de cumprir agenda com outros compromissos na mesma data.

Ressalto que a defesa dos direitos dos refugiados é uma das principais bandeiras da ANAJURE, assim como a defesa da liberdade religiosa dos cristãos perseguidos. Estamos agradecidos pela nossa representação no evento através do Dr. Felipe Augusto, que pôde ali reforçar nossa lealdade e aliança com nossos parceiros internacionais, para a promoção de uma agenda global de direitos humanos que tenha uma perspectiva cristã”, disse o presidente da ANAJURE.

 ________________________
Por: Redação l ANAJURE