Escrito em por . Atualizado em 21/02/2013 15:39h.

ABNER SITE PEQUENAMagistrado há 19 anos, o Dr. Abner Apolinário possui grande experiência no meio jurídico e na frente das mais diversas causas, especialmente na vara da crianças e adolescentes de Recife (PE).

Tendo participado de diversas mesas de discussão durante o 1º Encontro Nacional de Juristas Evangélicos – ENAJURE – o Dr. Abner Apolinário falou sobre: reforma do Código Penal Brasileiro; temas relacionados ao cristianismo e a bioética; e, como lutar pelo valores cristãos sem ser intolerante.

O problema da criança e adolescente no Brasil é como um trem bala descarrilhado”, opina. Dr. Abner, que atuou recentemente em uma vara da infância e adolescência, diz que ficou impactado em como o problema das drogas pesadas como o crack estão afetando nossas crianças e dizimando muitas vidas. Para ele, uma das maiores dificuldades enfrentadas é que todos se dizem usuários, e por esse motivo não podem ser penalizados, somente traficantes. 

Já outra questão que está constantemente em discussão na mídia e sociedade é a da liberdade de pensamento e expressão com relação à homossexualidade. Segundo Dr. Abner, cada um tem o direito de escolher sua orientação sexual, mas não se pode generalizar e denominar homofobia qualquer manifestação contraria à prática. “Uma coisa é ter uma posição sobre um assunto, outra coisa é denegri-la, o respeito é uma via de mão dupla”, pontua.

Sobre os temas relacionados à bioética, Apolinário diz que a grande questão é de cunho ético-moral. Ele acredita que os cientistas devem realizar suas pesquisas visando trazer soluções e satisfação à sociedade, e não satisfazer caprichos humanos.

Segundo ele, existe uma tendência pretenciosa por parte de alguns cientistas de manipular a vida, como nas questões do aborto e eutanásia. “Se não tivermos escrúpulos, caminharemos para algo absolutamente insustentável”, conclui.