Escrito em por . Atualizado em 29/11/2018 15:45h.

bandeira-argelia

Nas últimas semanas, a ANAJURE pediu oração por quatro cristãos, incluindo três da mesma família, que iriam comparecer ao tribunal em 6 de novembro na província de Bouira, na região de Kabylie. A audiência foi adiada para 27 de novembro. Nessa audiência, o tribunal ouviu ambas as partes e espera-se um veredicto em 25 de dezembro de 2018.
Esses cristãos são acusados de “incitar um muçulmano a mudar sua religião”, uma infração sob a Ordenação 3 a 6 de 2006, punível com pena de prisão de dois a cinco anos e multa de 500.000 a 1 milhão de dinares argelinos (aproximadamente US $ 4.350 a US $ 8.700).

As queixas seguem as acusações feitas em julho de 2018 por uma mulher (40 anos) cujo marido (50), o principal acusado, havia se convertido ao cristianismo. Ela e os membros de sua família acusaram seu marido cristão, junto com uma família cristã que tentou mitigar o conflito entre o casal, de querer convertê-la ao cristianismo.

 

Pontos de oração
Cristãos argelinos pedem oração que:

a) esses cristãos sejam absolvidos de todas as acusações
b) eles e todos os cristãos na Argélia recebam a paz, a sabedoria e a orientação do Senhor diante das pressões contínuas
c) os responsáveis pela intimidação dos cristãos recebam a convicção do Espírito Santo, o perdão e nova vida oferecidos por Jesus
d) haja leis justas e maior tolerância social para os cristãos na Argélia

________________________________

Fonte: Middle East Concern