Escrito em por . Atualizado em 21/02/2018 15:18h.

28055944_10210791664660706_2587293485015110333_n

 

28058727_10210791665180719_8104117213397759920_n

Na manhã da última terça-feira (20),  o presidente da ANAJURE, Dr. Uziel Santana, esteve acompanhado da diretora de assuntos parlamentares da ANAJURE, Dra. Edna Zilli, do membro do CDN da ANAJURE e presidente da ANAMEL (Associação Nacional dos Magistrados Evangélicos), Dr. Fábio Dutra, do coordenador estadual da ANAJURE em SP, Dr. Alexandre Maia, e do assessor jurídico da ANAJURE, Dr. Felipe Augusto, numa reunião com pastores e líderes ocorrida na sede do Instituto Presbiteriano Mackenzie, para apresentar um relatório das ações de 2016-2017 relacionadas às questões da esfera pública do Brasil, que envolvem os poderes da República e são do interesse da igreja, de agências missinoárias e instituições educacionais confessionais.

A reunião foi iniciada com uma devocional ministrada pelo Dr. Davi Charles Gomes, chanceler da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Em seguida, o Dr. Felipe Augusto apresentou o relatório de 2016 e 2017 da atuação da ANAJURE frente às demandas que têm surgido no âmbito da liberdade religiosa, confessionalidade, defesa da vida e da família, entre outros temas correlatos, cada vez mais presentes na esfera pública por iniciativa dos Poderes da República, Ministério Público, OAB e movimentos sociais. Dentre as ações da ANAJURE, foram destacadas as notas públicas, pareceres jurídicos e ações no Supremo Tribunal Federal. Na ocasião estiveram presentes líderes e presidentes de igrejas, escolas cristãs e agências missionárias parceiras da ANAJURE.

5-ANOS-DA-ANAJURE-1024x1024

 

Apresentando também o prognóstico e o planejamento sistemático de atuação da ANAJURE para 2018, o Dr. Uziel Santana destacou que a ANAJURE se manterá firme trabalhando na defesa dos direitos humanos, da liberdade de religião ou crença, da confessionalidade e em prol da vida e da família. Ele destacou a importância deste planejamento de início de ano, tendo em vista que em 2018 estão previstos serem votados e julgados importantes processos judiciais no STF, nos quais a ANAJURE já tem adentrado como amicos curie. O Dr. Uziel Santana lembrou ainda que no âmbito do poder legislativo também tramitam Projetos de Lei que dizem respeito às pautas levantadas e defendidas na reunião e que a ANAJURE continuará trabalhando para resguardar e proteger as liberdades civis fundamentais.