Anajure Refugees - Folder 2 - Interno

Anajure Refugees - Folder 2 - Externo

______________________________________________________________________________________________

ANAJURE Refugees

Palavra do Diretor para Assuntos de Refugiados e Ajuda Humanitária da ANAJURE, Dr. Jonas Moreno.

Após a Segunda Guerra Mundial, uma vez que inexistia uma norma específica que tratasse do tema dos refugiados, as Nações Unidas na Convenção de 1951 finalmente tratou sobre o assunto e estabeleceu uma definição para o termo refugiado, como sendo a pessoa “Que, em consequência dos acontecimentos ocorridos antes de 1º de janeiro de 1951 e temendo ser perseguida por motivos de raça, religião, nacionalidade, grupo social ou opiniões políticas, se encontra fora do país de sua nacionalidade e que não pode ou, em virtude desse temor, não quer valer-se da proteção desse país, ou que, se não tem nacionalidade e se encontra fora do país no qual tinha sua residência habitual em consequência de tais acontecimentos, não pode ou, devido ao referido temor, não quer voltar a ele”.

Em virtude do aparecimento de novas situações de refúgio, surgiu a necessidade de se ampliar o alcance dos dispositivos estabelecidos na Convenção de 1951, o que levou a elaboração de um Protocolo relativo ao Estatuto dos Refugiados que após a apreciação da Assembleia Geral das Nações Unidas, foi aberto para adesão em 31 de janeiro de 1967 e entrou em vigor no dia 4 de outubro de 1967.

Em 1984, através da “Declaração de Cartagena” o conceito de refugiado foi ampliado passando também a ser aplicado “as pessoas que tenham fugido dos seus países porque a sua vida, segurança ou liberdade tenham sido ameaçadas pela violência generalizada, a agressão estrangeira, os conflitos internos, a violação maciça dos direitos humanos ou outras circunstâncias que tenham perturbado gravemente a ordem”.

A ANAJURE tem procurado cooperar com o governo brasileiro em ações que visam à proteção aos Refugiados e a promoção da ajuda humanitária. Todavia o desafio é grande e aparentemente interminável, o que nos leva a desafiar todas as pessoas e instituições a cooperarem com esta grande obra. 

O endurecimento do coração do homem o tem levado a praticar crimes bárbaros até então inimagináveis. Existem hoje milhares de pessoas, e dentre elas um número assustador de órfãos no mundo, resultado de perseguições religiosas, raciais, políticas e nós não podemos nos calar diante de tais atrocidades.

Você tem também nesta ocasião a oportunidade de contribuir com a ANAJURE ou qualquer de nossos parceiros no Brasil e no mundo através de sua doação voluntária (click aqui). Faça agora e junte-se a nós nesta grande obra.

ANAJURE – Abrindo as portas do Brasil e do Mundo para os Refugiados.

_________________________________________________

centro de ajuda humanitária (1)Jonas Moreno – Diretor para Assuntos de Refugiados e Ajuda Humanitária da ANAJURE, Jurista, Servidor do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, Especialista em Direito Público pela ESMAPE/PE, Pastor da Aliança das Igrejas Evangélicas Congregacionais do Brasil e Membro da Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB/PE.

SOBRE NOSSO TRABALHO: 

NOTAS PÚBLICAS:

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre atentado terrorista no Paquistão

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre bombardeios na Síria.

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre atentados terroristas na Bélgica.

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre atentados terroristas na Turquia e Costa do Marfim.

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre atentados terroristas em Israel.

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre o atentado terrorista do Estado Islâmico no Iraque.

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre o incêndio em um abrigo para refugiados na Saxônia, Alemanha.

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre o atentado terrorista do Estado Islâmico no Líbano.

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre a crise de refugiados que assola o Oriente Médio e o norte da África.

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre os refugiados Rohingya que estão retidos em barcos no mar de Andaman, na costa da Indonésia, Tailândia e Malásia.

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre terremoto no Nepal e Índia e solicitam apoio do Governo Federal para assistência às vítimas.

– FPMRAH e ANAJURE emitem Nota Pública sobre Atentado em Universidade do Quênia que vitimou 148 estudantes cristãos.
REUNIÕES E AÇÕES:

– Com apoio do CONARE, Sebrae oferece capacitação em empreendedorismo para refugiados. ANAJURE participa do Projeto.

– Fronteiras do ANAJURE Refugees se alargam para a Índia durante encontro missionário na Igreja Batista do Morumbi.

– 1º Seminário Interinstitucional para Refugiados e Ajuda Humanitária alerta para urgente necessidade de ajuda internacional e potencial do Brasil em ser agente de paz.

 

– Comitiva brasileira encerra Missão Oficial do ANAJURE Refugees e FPMRAH em Amã/Jordânia para por em execução projetos de acolhimento de refugiados e ajuda humanitária em parceria com ACNUR.

 

– Embaixador da Jordânia no Brasil recebe comitiva da ANAJURE e apoia Missão Oficial da entidade e da FPMRAH aos Campos de Refugiados em Amã.

 

– ANAJURE e FPMRAH se reúnem com Coordenador-Geral da Agência das Nações Unidas para Refugiados na Palestina.

 

– Diretor do ANAJURE Refugees e Vice-Presidente da FPMRAH se reúnem com representantes do ACNUR e do Itamaraty para falar sobre Refugiados e Ajuda Humanitária.

 

– PL 1219/2015 para criação do Estatuto Jurídico da Liberdade Religiosa no Brasil é protocolado pela FPMRAH e ANAJURE no Congresso Nacional.
– FPMRAH e ANAJURE visitam embaixada da Coreia do Norte e iniciam diálogo sobre Direitos Humanos no país.
DISCURSOS NO CONGRESSO NACIONAL:

 

– Deputado Leonardo Quintão l Discurso de Agradecimento à Embaixada do Brasil na Jordânia, à Embaixada da Jordânia no Brasil e à Associação Nacional de Juristas Evangélicos – ANAJURE pelo apoio a refugiados no Brasil. Potencial do País para ajuda humanitária e acolhimento de refugiados.

– Deputado Leonardo Quintão l Discurso sobre a crise de refugiados que assola o Oriente Médio e Norte da África.

– Deputado Leonardo Quintão l Discurso sobre acolhimento no Brasil de uma família cristã iraquiana que foi expulsa de casa pelo Estado Islâmico e agora pode recomeçar a vida com ajuda da FPMRAH.

– Deputado Rômulo Gouveia l Discurso sobre realização do 1º Seminário Interinstitucional da ANAJURE e FPMRAH sobre Refugiados e Ajuda Humanitária no Congresso Nacional

– Deputado Leonardo Quintão l Discurso sobre apresentação do PL1219/2015 ao Vice-Presidente da República e Presidentes do Senado e da Camara Federal

– Deputado Leonardo Quintão l Discurso sobre novo relatório da USCIRF, que destaca aumento da intolerância religiosa e de crises humanitárias no mundo

– Deputado Leonardo Quintão l Discurso sobre viagem de Missão Oficial à Jordânia, com apoio do ACNUR, de 26 a 31 de maio.

– Deputado Aureo Lídio l Manifestação sobre Refugiados Rohingya no mar de Andaman.

– Deputado Rômulo Gouveia l Manifestação contra violações à Liberdade Religiosa na China.

– Deputado Rômulo Gouveia l Manifestação de pesar pelas vítimas dos terremotos no Nepal (parte 1 – parte 2).

Deputado Leonardo Quintão l Apresentação de projeto de lei sobre a instituição do Estatuto Jurídico da Liberdade Religiosa. Participação no 2º Congresso Internacional da Associação Nacional dos Juristas Evangélicos em Defesa das Liberdades Civis Fundamentais – ANAJURE. Relevância da participação do Estado na defesa da liberdade religiosa.

Deputado Leonardo Quintão l Manifestação de pesar pelas vítimas do atentado na Universidade de Garissa, no Quênia. Aumento da perseguição contra os cristãos. Atuação da Frente Parlamentar Mista para Refugiados e Ajuda Humanitária diante do caso. Defesa de respeito à liberdade religiosa.

Deputado Leonardo Quintão l  Anúncio da criação da Frente Parlamentar Mista para Refugiados e Ajuda Humanitária. Lançamento do Painel Internacional de Parlamentares para a Liberdade Religiosa – IPP-Brasil. Elogios ao trabalho da Associação Nacional de Juristas Evangélicos – ANAJURE.

– Deputado Leonardo Quintão l Lançamento da Frente Parlamentar Mista para Refugiados e Ajuda Humanitária. Agradecimento à Associação Nacional de Juristas Evangélicos – ANAJURE pelo apoio à criação da Frente Parlamentar.